João Iglésias Charters d'Azevedo

n: 10 Setembro 2001
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Dr. Luis Carlos da Costa Guerra Charters d'Azevedo

n: 23 Novembro 1890, f: 9 Dezembro 1953

  • Nascimento: 23 Novembro 1890; Sé, Leiria, Leiria
  • Casamento: 25 Julho 1914; São Sebastião da Pedreira, Lisboa, Lisboa; (Assento nº 116 de 1914 da 3º Cons. de Lisboa, Boletim nº 75. maço nº 7); Principal=Alice Coutinho de Oliveira
  • Education: 19 Junho 1916; Licenciado em Medicina e Cirugia
  • Milit-Beg: 31 Agosto 1916; Alferes Miliciano médico pela OE nº 17 de 31 de Agosto de 1916
  • Nota: 7 Outubro 1939; Leiria, Leiria, Leiria; Dr. Luís Charters de Azevedo
    Encontra-se em Leiria onde vem passar o mês de Outubro na sua linda vivenda, o distinto clínico, combatente da Flandres, leiriense, que honra na Capital Leiria e a medicina o nosso prezado amigo o sr dr Luís Charters de Azevedo.
    Especialista em doenças de ouvidos e nariz, temos tido várias ocasiões de observar quanto o seu consultório é frequentado por doentes desses órgãos e quanto trabalho o ocupa em Lisboa quer no seu consultório quer em operações cirúrgicas.
    È por isso bem merecido o descanso, que vem ter no seu lindo palacete e parque que o rodeia.
    Não nos furtamos a transcrever uma parte da carta que nos dirigiu, avisando-nos para lhe ser remetido "O Mensageiro" para a sua casa em Leiria. Que nos desculpe a publicação, que nos veio avivar dias longínquos mas que não se esquecem. Eis as suas palavras:
    "Agora que novamente que na fronteira franco-alemã se desenvolvem acontecimentos semelhantes aos da Grande Guerra, mais me recordo do nosso encontro numa manhã cinzenta, fra e nevada numa estada perto de Roquetoire e também nas dessa sossegada noite de Junho (pelo Santo António) em que na frente, eu no posto de Greens Baru tratava dos feridos e a pouca distância no posto de St Vaast o meu amigo os socorria moral e espiritualmente. Já la vão 22 anos! Qua acontecerá agora? Desculpe as reminiscências que só as teem os que por lá andaram."
    Também eu me recordo dessa manhã nevoenta e dessa noite trágica! Nessa manhã saira de Teroane em procura de soldados de Leiria e dum colega capelão. È certo que ia munido duma carta e estavam sinalizadas as estradas, mas tantas voltas dei que não sabia onde estava. Estradas, caminhos, casas era tudo cinzento e igual. Valeu-me o encontro felicissímo com o meu querido amigo, que me indicou a posição e o caminho a seguir.
    12 e 13 de Junho! Que horror! Se me recordo! Dezenas e dezenas de feridos eu ajudei a meter em macas! Mais de uma dezena eu ajudei a morrer falando-lhes e recebendo as suas últimas palavras, recomendações para a família, objectos sagrados, cartas, retratos... eu sei lá!~
    Muitas outras recordações nos acodem neste momento ao bico da pena, cuja rxteriorização aguarda melhor oportunidade.

    (in "O Mensageiro - órgão dos interesses do Distrito de Leiria" de 7.10.1939, pag. 2, 2 col., cujo director, proprietário e editor era o Pe José Ferreira de Lacerda)
  • Falecimento: 9 Dezembro 1953; Vila Portela, Sé, Leiria, Leiria; O Dr Luis Carlos Charters d'Azevedo morreu após prolongada doença, no dia 9 de Dezembro, na sua casa da Portela, noticiavam a "Região de Leiria" e "O Mensageiro". O "destinto médico especialista de garganta, nariz e ouvidos, em Lisboa. Contava 63 anos , era de excelente carácter e bondoso, o finado impunha-se pela fidalguia do seu porte e pela generosidade com que atendia tantos que recorriam aos seus préstimos pessoais e científicos" escrevia a Região de Leiria. O Mensageiro acrecentava ainda que "o falar com o Dr Luís Charters era recordar o nome de seu pai o engenheiro Roberto Charters d'Azevedo, de seus tios Visconde de S. Sebastião, do General Charters d'Azevedo, do distinto engenheiro José Charters d'Azevedo, que tem o seu nome ligado às Estradas do Distrito, de que foi director". Escrevia ainda o Mensageiro que "o seu consultorio era um dos mais frequentados pelos doentes da sua especialidade. Ali eram tratados gratuitamente os pobres, e alguns ali conduzimos"

Familia: Alice Coutinho de Oliveira n: 20 Fev 1892, f: 23 Nov 1990

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Luis Filipe da Silveira e Couto Charters d'Azevedo , 3º Visconde de S. Sebastião

n: 17 Fevereiro 1893, f: 29 Abril 1950

  • Nascimento: 17 Fevereiro 1893; Lagar d'el-Rei, Sé, Leiria, Leiria; ADLeiria, Leiria, Sé, fls 10 e 10v
  • Casamento: 31 Julho 1946; Arroios, Lisboa, Lisboa; Principal=Valentine Oret
  • Falecimento: 29 Abril 1950; Roça Boa Entrada de Gabeila
  • Nota: 6 Maio 1950; (O Mensageiro, 6.5.1950, pag 2) – Luis Filie da Silveira Leitão Charters d’Azevedo (Visconde de S. Sebastião) Acabamos de receber a triste notícia do falecimento em Angola do leiriense ilustre e fidalgo Luis Filipe da Silveira Leitão Charters d'Azevedo, visconde de S. Sebastião. Contava 53 anos e era funcionário superior da Roça Boa Entrada de Gabeila, onde se encontrava há cerca de dois anos. Vitimou-o um ataque de albumina e ureia. O falecido era casado com uma senhora de nacionalidade francesa.
    Era filho dos antigos viscondes de S. Sebastião, proprietários das Quintas de S. Sebastião e de Lagar d'El-rei , esta ultima onde esta instalada a Prisão-EscoIa.
    Descrever o que foi o agora falecido Visconde de S. Sebastião é recordar uma vida de aventuras tão própria da fidalguia portuguesa, sem que de todas essas aventuras se note uma falta de carácter, uma quebra dos seus princípios ideológicos. Conheceu tudo o agora falecido, O auge e a infelicidade, mas o seu carácter permaneceu impoluto, a sua fidalguia levou-o a suportar com altivez os momentos tristes de sua agitada vida.
    Estudou em Inglaterra e foi oficial do C. E. P. para onde o levou o seu patriotismo. Regressando a Portugal! vemo-lo sempre nas primeiras filas dos combatentes monárquicos.
    Foi o Visconde de S, Sebastião, agora falecido, quem conduziu de automóvel através difíceis lances, de Lisboa para Braga o heróico Marechal Gomes da Costa, chefe do Movimento Militar de 28 de Maio de 1926.
    Como nas anteriores revoluções a sua acção enérgica durante os movimentos revolucionários em que tomava parte era sempre seguida dum desaparecimento; não queria receber retribuição pelo que considerava o cumprimento dum dever patriótico. Vitorioso o Movimento de 28 de Maio suportou com estoicismo a adversidade. Vimo-lo uma vez no Porto humilde empregado duma garagem! Mas o seu porte fidalgo, o seu carácter, o seu animo não se abatia! Se nos momentos do auge não olhava a despesas, que chegavam a ser perdulárias, nos momentos difíceis recorria ao trabalho honesto, que lhe garantisse sustento. Encontrámos um dia o Visconde de S. Sebastião. Não o reconhecemos à primeira vista, tantas e tão grandes deviam ter sido as dificuldades que atravessara. Eram os seus amigos que !lembravam os seus serviços a bem da Nação, que ele nunca quis sobrecarregar exigindo um emprego. Durante a ultima guerra foi chamado como interprete dos Exércitos Português e Inglês. Foi-lhe dado o posto de capitão. Terminada a guerra foi licenciado e ei-lo atravessando nova crise na sua agitada vida.
    Encontrámo-lo nesta altura no Rossio, em Lisboa. Inquirimos dele o que fazia e disse-nos que agenciava o poder encontrar meios de ganhar o sustento.
    Não o sabíamos licenciado, sendo ele que nos deu a noticia. Agora chega nos a triste notícia do seu falecimento dizendo-se nos ser funcionário numa roça em Angola,
    Que descanse em paz no seio de Deus quem teve nesta vida momentos de auge e de humildade, de riqueza e de dificuldades, de alegria e de tristeza de triunfo e de reveses.
    Ao irm3o do ilustre e valoroso fidalgo, ex.mo sr. Guilherme da Silveira Leitão Charters d’Azevedo, a seus sobrinhos e a toda a família enlutada apresentamos as nossas mais sentidas condolências.
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Dr. Luís Henriques Charters d'Azevedo , 2º Visconde de S. Sebastião

n: 13 Julho 1849, f: 27 Julho 1929

  • Nascimento: 13 Julho 1849; Cortes, Cortes, Leiria; (RP, Leiria, Cortes, Lv. IV 34-E-15, fl 94)
  • Nota: 16 Maio 1890; Conselheiro (Registo Geral de Mercês, D.Carlos I, liv.4, fl.63)
  • Casamento: 25 Abril 1892; Igreja do Coração de Jesus, Coração de Jesus, Lisboa, Lisboa; (TT, Paroquiais de Coração de Jesus, Lisboa, Casamentos, fl. 7v e 8)

    Testemunha foi Guilherme Charters Henriques d'Azevedo; Principal=Ana Isabel de Sousa da Silveira e Couto Leitão
  • Falecimento: 27 Julho 1929; Leiria, Leiria, Leiria
  • Enterro: 3 Agosto 1929; na "União Nacional", Orgão da Liga Nacional 28 de Maio de leiria, desta data, pag 2, col 4 noticia que" no pasado dia 27, na sua residencia de Lagar d'El-Rei faleceu, que era formado em Direito pela Universidade de Coimbra foi, durante o tempo da monarquia governador civil deste distrito e deputado ás Côrtes por Extemós, por diversas vezes, cargo que sempre desempenhou com elevado patriotismo e criteriosamente". ..."A urna foi conduzida para a Sé Catedral pelas 16 horas do dia 28 de onde saiu o funeral pelas 19 horas. Nele se encorporaram quasi todas as individualidades de Leiria e imenso povo. O funeral foi dirigido pelos sobrinhos do extinto: Ex Sr Luis Carlos Charters d'Azevedo e Capitão de Artilharia 4 João taborda Alves Pereira, constituiu uma sentida manifestação de pesar"
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Luísa Proença de Castro Charters d'Azevedo

n: 10 Março 2010
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Maria Amélia de Sousa Charters d'Azevedo

n: 10 Fevereiro 1906, f: 28 Setembro 1989

Familia: Eng. João Monteiro Conceição n: 24 Ago 1902, f: 19 Mar 1987

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Maria Antónia de Sousa Charters d'Azevedo

n: 30 Julho 1900, f: 1 Fevereiro 1971

Familia: Cor. João Taborda Alves Pereira n: 24 Jan 1892, f: 8 Mar 1966

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Maria Benedicta da Silveira e Couto Charters d'Azevedo

n: 29 Dezembro 1898, f: 27 Fevereiro 1922
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Maria do Carmo de Sousa Charters d'Azevedo

n: 2 Novembro 1902, f: 10 Agosto 1938

  • Nascimento: 2 Novembro 1902; Sé, Leiria, Leiria; (ADLeiria, Leiria, Sé, Baptismos, Liv 1902, fl. 43, nº 116)
  • Falecimento: 10 Agosto 1938; Lisboa; Noticiado pelo Diário de Notícias a 11.8.1938
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Maria Iglésias Charters d'Azevedo

n: 14 Março 2008
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Maria Isabel de Sousa Charters d'Azevedo

n: 10 Março 1899, f: 26 Agosto 1971

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Dr.ª Maria José Monteiro Charters d'Azevedo

n: 27 Agosto 1943

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Maria Teresa Charters d'Azevedo

n: 11 Maio 1890, f: 14 Maio 1968

  • Nascimento: 11 Maio 1890; (perfilhada por escritura de...)
  • Falecimento: 14 Maio 1968; Leiria, Leiria, Leiria
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Pedro Gorjão Clara Charters d'Azevedo

n: 14 Novembro 1987

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Pedro Manuel Monteiro Charters d'Azevedo

n: 3 Novembro 1946

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Eng. Ricardo Manuel Monteiro Charters d'Azevedo

n: 29 Julho 1942

  • Nascimento: 29 Julho 1942; Maternidade Bemsaúde, São Sebastião da Pedreira, Lisboa, Lisboa; nasceu à 0h45
  • Casamento: 3 Outubro 1970; Capela do Palácio e Queluz, Queluz, Queluz; Queluz; Principal=Dr.ª Helena Ferreira Gameiro
  • Nota: * Engenheiro electrotécnico pelo Instituto Superior Técnico.
    * Condecorado com o Grau de Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique (Alvará de 15.6.5.2004 e noticia publicada no DR nº 246, II serie de 19.10.2004)
    * Funcionário da Comissão Europeia desde 1988, foi Chefe da Divisão "Comett e formação para as transformações tecnológicas" na DG V - Assuntos Sociais (de 1988 a 1989), Chefe da Divisão "Educação e formação para as novas tecnologias", (1990 a 1992) na Task Force "Recursos Humanos, Educação Formação e Juventude" e Chefe da Divisão "Novas qualificações e evolução das profissões, ensino aberto e a distância e relações com o CEDEFOP" (1993 a 1996) na DG XXII "Educação Formação e Juventude".
    * Foi, de 1989 a 1996, membro do conselho de Administração do Centro Europeu para o Desenvolvimento da Formação Profissional (CEDEFOP), com sede em Berlim e mais tarde transferido para Tessalónica.
    * Participou em negociações, com o Conselho de Ministros da União, o Parlamento Europeu e o Comité Económico e Social com vista à criação de programas de acção comunitários como o COMETT, o EUROTECNET e mais recentemente o programa de acção comunitário no domínio da formação profissional LEONARDO DA VINCI.
    * Foi de 1997 a Maio de 2004 Director da Representação da Comissão Europeia em Portugal (Largo Jean Monnet nº 1, 10º, 1250 Lisboa).
    * De 15 de Maio 2004 a 30 de Junho de 2004 foi, em Bruxelas, Conselheiro na área de Recursos Humanos e Financeiros na Direcção Geral de Imprensa e Comunicação da Comissão Europeia.
    * Anteriormente foi Director Geral do Gabinete de Estudos e Planeamento do Ministério da Educação em Portugal (1983 a 1988), Presidente da Rede Escolar, Responsável pelas estatísticas da Educação, Representante de Portugal no Comité da Educação da OCDE, Membro do Comité da UNESCO responsável pela investigação e de desenvolvimento de estudos educativos no sul e no sudoeste da Europa, representante da rede Eurydice da Comunidade Europeia em Portugal e membro da Comissão Interministerial para o Emprego (CIME).
    * Foi ainda membro da Comissão de Reforma do Sistema Educativo (1985-88), coordenador nacional do projecto economia e educação da OCDE (1983-85) e Membro da Comissão executiva do projecto MINERVA (1986-88) referente à introdução das novas tecnologias na educação.
    * Colaborou na elaboração do primeiro PRODEP (1988) a ser presente à Comissão Europeia nesse ano.
    * Foi responsável pela criação, instalação e desenvolvimento do Ensino Superior Politécnico em Portugal (1978 a 1983), tendo sido o primeiro director do Gabinete de Apoio à Instalação do Ensino Superior Politécnico de Ministério da Educação, adjunto do Director Geral do Ensino Superior (1977 a 1983), tendo gerido dois empréstimos para Educação do Banco Mundial em 1977 e 1979.
    * Leccionou diversos cursos de formação do Banco Mundial sobre "Programas e projectos de Educação" na América latina, na Guiné-Bissau, em Alcalá de Henares em Espanha e ainda no Instituto Nacional de Administração em Oeiras.
    * Docente de diversas cadeiras no domínio da Electrónica e das Telecomunicações no Instituto Superior Técnico e na Academia Militar, é autor e co-autor de diversos artigos e livros sobre a educação, formação profissional e as telecomunicações.
    * Entre 1958 e 1970 foi radiamador com o indicativo de "CT1KH".
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Eng. Roberto Manuel Coutinho de Oliveira Charters d'Azevedo

n: 17 Abril 1915, f: 15 Novembro 2015

Citações

  1. António Barreto (Coord.) Fundação Calouste Gulbenkian, cinquenta anos, 1956-2006, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, (Julho 2007).
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Prof. Doutor Tiago Gorjão Clara Charters d'Azevedo

n: 24 Julho 1973

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

José António Marcelino Charters de Azevedo

n: 1 Outubro 1957
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Sara Solange Ladeira Charters de Azevedo

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"