Úrsula Emília da Conceição

Familia: Manuel Pereira Gomes

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Cristina de Sousa Concha

Familia: João da Cruz Morgado

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Clara Reis Dias Martins Conde

n: 14 Janeiro 2017
  • Nascimento: 14 Janeiro 2017
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Francisco Martins Gonçalves Conde

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Lourenço Reis Dias Martins Conde

n: 29 Outubro 2013
  • Nascimento: 29 Outubro 2013; Lisboa
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Elísio Laborinho Confraria

n: 26 Junho 1916
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Manuel Coelho Silva Confraria

n: 1894, f: 29 Novembro 1959

Familia: Emília Laborinho n: 11 Fev 1894, f: 26 Out 1978

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Dr.ª Maria Manuela Laborinho Confraria

n: 25 Novembro 1922
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

João Trigueiros Crespo Consolado Rodrigues

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Sofia Trigueiros Crespo Consolado Rodrigues

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

António Maria Dias Constantino

n: 1 Outubro 2013
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

... Corbellini1

Citações

  1. Website Colégio Brasileiro de Genealogia - Artigos genealógicos: título Niemeyer (arquivo de Paulo Carneiro da Cunha) (http://www.cbg.org.br/arquivos_genealogicos_n_01.html).
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

João Paulo Niemeyer Corbellini1

Citações

  1. Website Colégio Brasileiro de Genealogia - Artigos genealógicos: título Niemeyer (arquivo de Paulo Carneiro da Cunha) (http://www.cbg.org.br/arquivos_genealogicos_n_01.html).
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Maria Cordeira

Familia: António Neto

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Maria Cordeira

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

... Cordeiro

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Dr. Adriano Xavier Cordeiro1

n: 9 Janeiro 1880, f: 11 Setembro 1919

Citações

  1. Artur Gonçalves Torrejanos ilustres, em Letras, Ciências, Armas e Religião, Camara Municipal de Torres Novas, Torres Novas, (1933).
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

António Cordeiro

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Juiz António Xavier de Sousa Cordeiro

n: 23 Novembro 1844, f: 17 Novembro 1903
  • Nota: O distinto magistrado e delicado poeta, Dr. António Xavier de Sousa Cordeiro, nasceu na vila de Torres Novas em 23 de Novembro de 1844, sendo filho de Cândido Joaquim Xavier Cordeiro director do Dispensatório Farmacêutico da Universidade de Coimbra, e de D. Maria do Rosário Cordeiro.
    Formado, após um curso honrosíssimo, na faculdade de direito da referida Universidade no ano de 1870, foi no mesmo ano, a 27 de dezembro, despachado sub-delegado do procurador régio para a comarca de Mirandela, passando pouco depois, a 14 de julho de 1871, a delegado.
    Casou em Trás-os-Montes com D. Claudina Garcia Cordeiro, a 10 de novembro de 1872.
    Transferido em 1873 para a comarca de Fafe, em 1876 para a de Tomar e em 1877 para a de Ponte do Lima, é despachado juís em setembro de 1880 para a comarca da Povoação, na üha de S. Miguel (Açores); em 1881 passava à comarca de Vila Nova de Fozcoa, em 1882 à de Baião, em 1883 voltava aos Açores como juiz da Graciosa e depois de Vila Franca do Campo, até que em 1886 é promovido à segunda classe e colocado em Monção.
    Neste tempo uma melindrosa operação cirúrgica o retém em forçado descanso, que êle aplica ao cultivo das musas.
    Em 1888 de novo o vemos exercendo a magistratura em Marco de Canavezes; em 1890 era promovido à primeira classe e colocado em Faro, em 1892 em Leiria, onde celebrou com seu tio, o Dr. António Xavier Rodrigues Cordeiro, no altar da poesia.
    Em agosto de 1893 permutava com o juiz de Santarém, passando no ano de 1894 a dirigir o Almanaque de Lembranças, por falta de forças daquele seu tio e distinto poeta, que pouco depois, em 1896, morria.
    Juiz integérrimo, recebeu em Santarém a justa homenagem ao seu carácter, pois o júri comercial daquela cidade lhe ofereceu uma pena de oiro.
    Por despacho de 17 de maio de 1897 é o Dr. Xavier Cordeiro nomeado auditor do 2° Conselho de Guerra da l.a Divisão Militar (Lisboa), nomeação esta muito aplaudida pela imprensa da capital, mas lastimada pela de Santarém.
    Promovido à segunda instância para a Relação dos Açores, por decreto de 31 de Maio de 1902, partiu para Ponta Delgada em 5 de julho seguinte.
    No ano imediato veio ao continente a gozar alguns meses de licença com sua esposa e filhos. Regressando a Ponta Delgada, foi pouco depois fulminado por uma congestão cerebral, falecendo assim a 17 de novembro de 1903. O seu corpo foi trasladado para Lisboa em 24 de agosto de 1904.
    O Dr. António Xavier de Sousa Cordeiro foi autor de diversos trabalhos jurídicos de reconhecido valor e colaborou em diferentes jornais e revistas, sendo sócio de muitas sociedades literárias e científicas de Portugal e do Brasil.
    Em 1889 foi secretário da 5.a secção do Congresso Jurídico, "Questões Mixtas", usando várias vezes da palavra, sempre com superior conhecimento dos assuntos ventilados.
    Em 1886 escreveu o Prontuário dos Acórdãos do Supremo Tribunal de Justiça posteriores à promulgação do Código Civil.
    Como aos doutores não fazem dano as musas, no dizer do poeta (António Ferreira), Sousa Cordeiro, em 1898 coligiu em volume as suas poesias sob o titulo de - Horas Vagas, rimas dum curioso, - editado pela Parçaria António. Maria Pereira, de Lisboa, onde se encontram versões perfeitas de Scarron, Vítor Hugo, Sully Prudhome, etc, donde se vê que a austeridade do magistrado e a circunspecção do jurisconsulto não colidiam com o convívio ameno das companheiras de Apolo.
    Há ainda dele poesias dispersas e monólogos, pois, o Dr. Sousa Cordeiro também cultivou o teatro. Traduziu: Le Cocu Imaginaire, do Molière, e Les Plaideurs, de Racine, ambos em excelentes alexandrinos, que ficaram inéditos.
    As suas primícias literárias, quando ainda estudante em Coimbra, foi a poesia A Chegada da Primavera, publicada no Almanaque de Lembranças de 1866, a pág. 166.
    O Dr. António Xavier de Sousa Cordeiro deixou dois filhos do seu matrimónio: Jorge Cordeiro e Adriano Xavier Cordeiro. O primeiro, oficial do exército, condecorado com a Torre e Espada em 1903 por serviços prestados em África, e o segundo, formado em direito no mesmo ano e que ao pai sucedeu na Direcção do Almanaque de Lembranças.
    Alberto Pimentel assim concluiu o artigo que escreveu àcêrca deste ilustre torrejano: "Aqui deixo traçado o esboço biográfico do integérrimo juiz, do" delicado poeta, do modelar cidadão, que legou à sua família nome prestigioso, já honrado pelos antecessores e aumentado por êle com novos títulos de direito à pública veneração".
    A mór parte destes dados biográficos foram colhidos no Alm. Lemb. 1905, pág. X;=Dic. Port., VI1-713 e Ene. Port., XI-405.
    Dele trata o n.° 16 de "O Almonda" e seu nome está ainda no Dic. Port., IV-988=Dic. Geog. Ms., tomo 37, pág. 698 e 777= Ene. Port., VI1-197; = Mem. V. T. Novas ; = Sum. Bibi. Lus., II1-141, etc.1
  • Nascimento: 23 Novembro 1844; Torres Novas, Torres Novas
  • Casamento: 10 Novembro 1872; Principal=Claudina Garcia1
  • Falecimento: 17 Novembro 1903; Ponta Delgada, Ponta Delgada

Familia: Claudina Garcia

Citações

  1. Artur Gonçalves Torrejanos ilustres, em Letras, Ciências, Armas e Religião, Camara Municipal de Torres Novas, Torres Novas, (1933).
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Cristiana Xavier Cordeiro

n: 22 Junho 1874, f: 4 Junho 1893
  • Nascimento: 22 Junho 1874
  • Falecimento: 4 Junho 1893; Lisboa, Lisboa; Faleceu em casa do sr Candido Xavier Cordeiro a partir de uma gripe e com um final com tuberculose
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"