Gabriel Correia

  • Pai: Cap. Cristóvão Correia Cabral
  • Mãe: Maria Neta
  • Casamento: tiveram dispensa de casamento em 3º e 4º grau; Principal=Joana Trigueira
  • Nota: 6 Maio 1666; Filho natural, mas foi dispensado de iligitimidade e matriculou-se em ordens menores (despacho do Bispo de Targas, D. Francisco Souto Mayor de 6.5.1655) ver: DGArq., Chancelaria de D. Afonso VI, (Perdões e ligitimações), Liv. 2, fl. 70v)

Familia: Joana Trigueira

  • António Correia Cabral
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Gomes Correia1,2

n: cerca de 1200

Familia: Maria Anes Redondo f: a 1297

Citações

  1. José Augusto de Sotto Mayor Pizarro Linhagens Medievais Portuguesas, Universidade Moderna, Porto, 1ª ed. (1999) fonte deconhecida isbn "Vol 2 pag. 399."
  2. Felgueiras Gaio Nobiliário das Familias de Portugal, Carvalhos de Basto, Braga, (1989) "vol. IV-pg. 442 (Correias)."
  3. José Augusto de Sotto Mayor Pizarro Linhagens Medievais Portuguesas, Universidade Moderna, Porto, 1ª ed. (1999) fonte deconhecida isbn "Vol 2 pag. 391."
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Josefa Acácia Correia

n: 25 Dezembro 1874, f: 23 Agosto 1932

Familia: Ernesto Acácio Ferreira de Seabra n: 14 Nov 1863, f: 22 Nov 1934

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

José Paulino Correia

n: 10 Julho 1908, f: 7 Março 1976

Familia: Laura Rodrigues da Silva n: 6 Jul 1902, f: 23 Abr 1972

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Cor. José Vitor Manuel da Silva Correia

n: 16 Setembro 1931, f: 15 Julho 1990

Familia: Maria Luíza dos Santos da Gama Franco

  • Maria de Fátima dos Santos Franco Correia
  • Maria José dos Santos Franco Correia
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Manuel Correia

n: 1699
  • Pai: André Correia
  • Mãe: Maria de Aguiar

Familia: Luisa Marques n: 18 Ago 1701

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Paio Soares Correia , Senhor de Farelães1

n: cerca de 1170, f: cerca de 1275
  • Pai: Soeiro Pais Correia senhor de Farelães
  • Mãe: Urraca Hueriz

Familia 1: Gotinha Godiz

  • Sancha Pais Correia

Familia 2: Maria Gomes da Silva n: c 1175

Citações

  1. Felgueiras Gaio Nobiliário das Familias de Portugal, Carvalhos de Basto, Braga, (1989) "vol. IV-pg. 433 (Correias)."
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Pedro Pais Correia1,2

n: cerca de 1200

Familia: Dórdia Pais de Aguiar n: c 1210

Citações

  1. José Augusto de Sotto Mayor Pizarro Linhagens Medievais Portuguesas, Universidade Moderna, Porto, 1ª ed. (1999) fonte deconhecida isbn "Vol 2 pag. 391."
  2. Felgueiras Gaio Nobiliário das Familias de Portugal, Carvalhos de Basto, Braga, (1989) "vol. IV-pg. 433 (Correias)."
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Rui Correia1

  • Falecimento: Morreu na India sem geração

Citações

  1. Saul António Gomes Introdução à História do Castelo de Leiria, Câmara Municipal de Leiria, Leiria, 2ª edição (2004) 9728043430 "p. 189."
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Simão Correia

  • Pai: Gonçalo Barba Correia
  • Mãe: Inez de Vera Barba Girão
  • Falecimento: faleceu na India
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Teresa Gomes Correia1,2

n: cerca de 1220

Familia: Paio Soares Azevedo n: c 1210

Citações

  1. Felgueiras Gaio Nobiliário das Familias de Portugal, Carvalhos de Basto, Braga, (1989) "vol. I-pg. 535 (Azevedos) e vol. IV-pg. 442 (Correias)."
  2. José Augusto de Sotto Mayor Pizarro Linhagens Medievais Portuguesas, Universidade Moderna, Porto, 1ª ed. (1999) fonte deconhecida isbn "Vol 2 pag. 399 e vol 1, pag 317."
  3. José Augusto de Sotto Mayor Pizarro Linhagens Medievais Portuguesas, Universidade Moderna, Porto, 1ª ed. (1999) fonte deconhecida isbn "Vol 2 pag. 399."
  4. Felgueiras Gaio Nobiliário das Familias de Portugal, Carvalhos de Basto, Braga, (1989) "vol. IV-pg. 442 (Correias)."
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Dr. Miguel de Lucena e Leme Corte-Real

n: 11 Março 1944, f: 13 Janeiro 2013
  • Pai: Dr. Carlos Leme Pizarro Corte-Real
  • Mãe: Isabel Corrêa de Sá de Lucena

Familia: Manuela Ribeiro Guizado Carvalho

  • Dr. Bernardo de Carvalho e Leme Corte-Real
  • Dr. Lourenço de Carvalho Lucena e Leme Corte-Real
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Dr. Américo Cortês Pinto

n: 14 Março 1896, f: 30 Novembro 1979
  • Pai: Manuel Pinto da Silva
  • Mãe: Joaquina Adelaide da Conceição Curado
  • Nota: Licenciado em Medicina em 1920 pela Universidade de Coimbra, exerceu as funções de inspector de saúde escolar, área em que se especializou, tendo publicado diversos estudos académicos sobre o tema, e de director dos Serviços Sociais do Instituto de Reumatologia. Foi vice-presidente da Associação dos Médicos Católicos. Paralelamente à sua carreira de profissional de saúde, Cortês Pinto desenvolveu uma intensa actividade intelectual. Colaborou nas revistas Contemporânea e Icaro e publicou numerosos artigos ao longo das décadas de 50 e 60, nas publicações Revista de Portugal e Boletim da Sociedade de Língua Portuguesa. Publicou diversos trabalhos poéticos, a exemplo dos livros Lágrimas e Sorrisos (1912) Ã Alma e o Deserto (1941), vencedor do prémio nacional de poesia Antero de Quental, e obras de pendor historiográfico, como Da Famosa Arte de Imprimissão: da Imprensa em Portugal, às Cruzadas de Além-Mar (1948), galardoado com o prémio nacional Alexandre Herculano, Digressão ao longo da Pintura a partir da Obra de Malhoa (1955) e Diónisos, Poeta e Rei. Os Costumes, Arte e a Vida Medieval Portuguesa na Época de D. Dinis, publicado postumamente, em 1982. Enquanto personalidade ligada à cultura, desempenhou ainda as funções de vogal das Comissões de Literatura e Espectáculos Infantis e de Censura aos Espectáculos. Cortês Pinto exerceu diversos cargos políticos, tendo sido vice-presidente da Comissão Distrital de Leiria da União Nacional, vereador da Câmara Municipal de Lisboa e deputado da Assembleia Nacional nas V (1949--1953) e VI (1953-1957) Legislaturas, eleito pelo círculo de Leiria, e na VII Legislatura (1957-1961), pelo círculo de Viseu, onde ocupou o lugar de vogal da Comissão do Trabalho, Previdência e Assistência Social. Nas suas intervenções. Cortês Pinto conferiu grande importância às questões culturais. Defendeu a construção de um novo edifício para a Biblioteca Nacional e o estabelecimento de uma política de inventariação e restauro de livros e documentos. Sugeriu ao Ministério da Educação Nacional a criação de museus em todas as capitais de distrito e a instalação de estruturas de apoio nos já existentes, como bibliotecas e filmotecas. Com vista à melhor preservação e estudo das obras de arte, nomeadamente pinturas e painéis de azulejo, propôs a sua sistemática inventariação e registo fotográfico. As questões educativas mereceram também a sua atenção. Elogiando a "política do espírito" do Estado Novo, apelou à va-lorização do ensino das artes plásticas, enalteceu a importância da expansão do ensino primário, entendido como veículo de instrução e de valores, e mostrou preocupação, denunciando uma posição conservadora, com os efeitos negativos do cinema na formação das crianças, que considerava responsável por um "analfabetismo da imoralidade". A defesa da língua portuguesa é outro dos temas presentes no seu discurso, assinando, com outros deputados, aquando da revisão constitucional de 1951, uma proposta de aditamento, da autoria do deputado Carlos Moreira, de um artigo na Constituição expressamente dedicado a esta questão. Cortês Pinto participou activamente nos debates das revisões da Constituição, que tiveram lugar em 1951, já referida, e em 1959. Monárquico, defendeu, na revisão de 1951, juntamente com outros deputados defensores da mesma causa, como Caetano Beirão, Cancela de Abreu ou João Ameal, a restauração do regime deposto em 1910. Na revisão de 1959, em que se discute a alteração da forma de eleição do chefe de Estado, retoma a questão, tornada mais pertinente pela ameaça que o Estado Novo sofrera com a candidatura de Humberto Delgado. Nesta revisão da lei fundamental, Cortês Pinto assinou, com outros deputados, dois projectos de lei, um defendendo a subseção da palavra "raça", inscrita no artigo 12.°, respeitante à "defesa da família como factor de conservação e desenvolvimento da raça..." (DS, n.° 122, .".6.1959, p. 974), pelo termo "etnia", que considerou mais adequado, por ser a nação composta por vários grupos antropobiológicos, e outro, da autoria de Carlos Moreira, propondo a inclusão do nome de Deus no texto constitucional.
    1
  • Casamento: Principal=Maria José Nogueira Jordão
  • Nascimento: 14 Março 1896; Leiria, Leiria, Leiria; (ADLeiria, Baptismos, Leiria, Leiria, Liv. 1896, fl. 17v e 18)
  • Falecimento: 30 Novembro 1979; Cascais, Cascais

Familia: Maria José Nogueira Jordão

  • João Manuel Nogueira Jordão Cortês Pinto

Citações

  1. Maria Filomena (Coord.) Monica Diccionário Biográfico Parlamentar, 1834-1910, Assembleia da República, (2004).
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Maria Benedita da Silveira Leitão da Costa Campos

n: 17 Julho 1899
  • Casamento: sg; Principal=Miguel de Ataíde Malafaia Palma de Vilhena
  • Nascimento: 17 Julho 1899; Lisboa, Lisboa
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Maria Violante da Silveira Leitão da Costa Campos

n: 23 Agosto 1903, f: 15 Maio 1991

Familia: Eng Luís de Castro e Sola n: 7 Jun 1900, f: 6 Mar 1990

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Júlia Zeferina Le-Coq da Costa e Silva1

n: 29 Setembro 1902, f: 1978

Citações

  1. Instituto Português de Heraldica Anuário da Nobreza de Portugal III - Tomo I,, Instituto Português de Heraldica, Lisboa, 1ª ed. (1885) "Vol III, tomo II, p. 739."
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Maria Carolina Leite da Costa Freire

n: 23 Fevereiro 1826
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Dr. Antonio Carlos da Costa Guerra , 1º Visconde da Barreira

n: 28 Julho 1840, f: 14 Janeiro 1909

Familia: Carolina Amelia da Silva Marques n: 4 Ago 1849, f: 11 Abr 1932

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Antonio Carlos Pereira da Costa Guerra

n: 1690
  • Casamento: Principal=Bernarda Maria [...]
  • Nascimento: 1690; Deve ter nascido em 1690 dado o nota de 15 de abril de 1697 que afirma que teria nessa data 7 anos
  • Nota: 8 Fevereiro 1708; Cavaleiro da Ordem de Cristo com 12$000 réis de tença (Registo Geral de Mercês, D. João V, liv 2, fl 99v)
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Dr. Antonio Carlos Pereira da Costa Guerra , 3º Visconde da Barreira

n: 21 Dezembro 1894, f: 20 Setembro 1948

  • Nascimento: 21 Dezembro 1894; Leiria, Leiria, Leiria; (ADLeiria, Baptismos, Leiria, Sé, fls 9, nº 28)
  • Casamento: 21 Agosto 1915; Barreira, Barreira, Leiria; Principal=Maria Francisca de Macedo Oliveira Simões
  • Nota: Licenciado em direito (Univ de Coimbra) em 1917, advogado e professor do ensino técnico em Leiria (escola Industrial e Comercial de Leiria). Procurador à Câmara Cooperativa na 3ª Legislatura, Lavrador e proprietário foi durante anos presidente do Grémio da Lavoura de Leiria e Marinha Grande, que ajudou a fundar. Alem de vários artigos de jornal, na defesa da lavoura e dos princípios monarquicos, publicou a tese que apresentou ao I Congresso de Actividades do Distrito de Leiria (1943), intitulada Fisiocracia (no Livro do I Congresso das Actividades do Distrito de Leiria, Lisboa, 1944).
  • Education: 1917; Licenciou-se nesta data pela Universidade de Coimbra
  • Falecimento: 20 Setembro 1948; Barreira, Barreira, Leiria
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"