Filipa Marcia Senra Marcelly

n: cerca de 1840, f: 27 Setembro 1931

Familia: Augusto Pereira da Costa n: 1 Out 1846, f: 1 Set 1917

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Dr. Mario Costa Pinto Marchante

n: 13 Dezembro 1933, f: 28 Janeiro 2007
  • Pai: José Augusto Marchante
  • Nascimento: 13 Dezembro 1933
  • Casamento: 2 Setembro 1961; Principal=Dr.ª Maria Helena Mansir Charters
  • Nota: desde 1972 ate 1974; Governador civil de Portalegre
  • Falecimento: 28 Janeiro 2007; São João de Deus, Lisboa, Lisboa

Familia: Dr.ª Maria Helena Mansir Charters

  • Luís Filipe Charters d'Azevedo Marchante
  • João Pedro Charters d'Azevedo Marchante
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Joaquim Francisco Margarido

n: 8 Setembro 1864

Familia: Maria da Nazaré Antunes n: 13 Dez 1867, f: 8 Dez 1960

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

José Francisco Margarido

n: 23 Março 1893
  • Nota: Description: tendo sido padrinhos Elias da Costa, proprietário, e Margarida Bárbara, casada , ambos residentes na freguesia da Serra do Bouro (Serra do Bouro, B-1893, nº 23, fl. 10 vs . e 11, item 1, MF 167 SGU, ADL)
  • Casamento: C4518CF7C8985641BCC552AE9E8B6C7F24C4; Principal=Adelina de Jesus [...]
  • Nascimento: 23 Março 1893; Serra do Bouro, Espinheira, Caldas da Rainha

Familia: Adelina de Jesus [...]

  • José Margarido
  • Maria Margarido
  • Maria da Nazaré Margarido
  • Adelina Margarido
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Maria da Nazaré Margarido

n: 29 Abril 1894
  • Nota: Description: tendo sido padrinhos António Antunes, solteiro, lavrador, e Margarida Bárbara, c asada, ambos residentes na fregusia da Serra do Bouro (Serra do Bouro, B-1894, nº 19, fl. 1 1 e 11 vs., item 1, MF 167 SGU, ADL)


    Madrinha de Maria da Nazaré Pedrosa Ventura.
  • Casamento: FAAE398285CAB24CAB29C9EC9FEE6E447843; Principal=José Raínho
  • Nascimento: 29 Abril 1894; Serra do Bouro, Espinheira, Caldas da Rainha

Familia: José Raínho

  • Lídia Margarido Raínho
  • Rosa Margarido Raínho
  • Elisa Margarido Raínho
  • António Margarido Raínho
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

[...] Maria de Jesus

Familia: Manuel Ferreira

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Maria Marques Vieira

n: 24 Agosto 1918, f: 12 Maio 1967

Familia: Arq. Fernando de Barros Santa-Rita n: 11 Out 1891, f: 17 Jul 1977

  • Dr.ª Maria José Marques Vieira de Santa-Rita
  • Comt. Ildefonso Marques Vieira de Santa-Rita
  • Dr.ª Fernanda Marques Vieira de Santa-Rita
  • Arq. António José Marques Vieira de Santa-Rita
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

José Belo Marques

n: 25 Janeiro 1898, f: 27 Março 1987
  • Pai: José Costa Marques
  • Mãe: Maria José dos Ramos Belo
  • Nota: Biographie
    Era conhecido por "o rapaz do violoncelo" pela tertúlia do Café Gelo, no Rossio, mas o grande público recordá-lo-á mais pela autoria de canções como "Grão de Arroz"," Alcobaça" ou "Feia". Canções que, ironicamente, foram necessárias ao maestro José Belo Marques para sobreviver, já que a sua ambição era a de ser compositor sinfónico.
    -Nascido em Leiria em 25 de Janeiro de 1898 considerado "menino prodígio" por dominar já vários instrumentos aos treze anos, após quatro anos de estudo, José Belo Marques não teve uma formação musical convencional;
    - 1914 - de facto, aos 16 anos actuava no Casino Mondego, na Figueira da Foz, onde conheceu o seu mentor João Passos, igualmente violoncelista e que o ajudou a escolher aquele instrumento;
    -1918 - tornava-se músico profissional nos paquetes e viajou até 1929;
    -1926- Dirige o Orfeon Scalabitano, em Santarém função que nunca abandonou enquanto esteve em Portugal Continental;
    -1927- Casino Pavão - Funchal tocou com a Orquestra Remartinez!
    -1929 - Só nesse ano se fixou em Lisboa onde iniciou estudos mais tradicionais. Pelo meio, ia sempre escrevendo obras sinfónicas, mas a dificuldade de sobreviver com estas composições;
    - 1935 - levou-o a aceitar o convite da Emissora Nacional onde Dirigiu o Centro de Preparação de Artistas da Rádio. Dessa primeira estadia na estação de rádio, que durou três anos, ficou célebre a sua orientação do Quarteto Vocal Masculino com Mota Pereira, Paulo Amorim, Guilherme Kjolner e Fernando Pereira;
    - 1938 - foi para Moçambique;
    - 1939 - 1º Espetaculo apresentado ao publico de Lourenço Marques com o Orfeão o Rádio Club que a Arte do Maestro "soube modelar e até compor numa formosíssima paisagem de som e harmonia";
    - 1941 - Com o Orfeão o Rádio Club de Lourenço Marques iniciou os ensaios da opereta "Amor à Vista" de Fausto Ritto, José Mendonça e musica de Belo Marques;
    - 1941- de regressou ao continente começou a compor a "Fantasia Negra" (Poema Coral Sinfónico), que foi estreada no Teatro Nacional de S. Carlos com Orquestra Sinfónica da Emissora Nacional e com Coros do Orfeoão Scalabitano. Ingressa novamente nos quadros da Emissora Nacional, para abraçar definitivamente a canção popular, formando a Orquestra Típica Portuguesa e dirigindo a Orquestra de Variedades (cuja direcção passou a Tavares Belo em 1946) e o Centro de Preparação de Artistas de Rádio;
    - 15/11/1942 - Formação Orquestra Típica Portuguesa;
    - Janeiro de 1947 - Apresenta as "Quatro Marias", novo Quarteto Vocal Feminino;
    - 3 e 4 de Maio de 1946- O Orfeão Escalabitano apresenta a Opereta "Um homem do Ribatejo", em 2 atos, original de Cardoso dos Santos com musical de Belo Marques;
    - 9 e 11 de Junho de 1947 - serão anual do Orfeão Escalabitano com apresentação da Opereta "Esmeralda", em 2 atos, com original de Belo Marques no Teatro Rosa Damasceno;
    - 13/09/1949 - Serão na Estufa Fria, em Lisboa, com Concerto de Orquestra de Salão da Emissora Nacional, dirigida por Belo Marques, promovido pela Câmara Municipal de Lisboa;
    - Na década de 50 por influencia da Orquestra de Mantovani a EN criou a Orquestra de Salão tendo dado a regência ao Maestro;
    - 15/04/1950 - O Coro Feminino, dirigido por Belo Marques, é considerado o "Melhor Conjunto Vocal de Rádio Portuguesa";
    - 2/07/1952 - No Teatro S. Carlos, Poema Coral Sinfónico: sobre temas africanos com a Orquestra Sinfónica Da Emissora Nacional com os artistas Raquel Bastos como soprano, Paulo Manso com Violino e o Orfeão Escalabitano;
    - 1955 - Concorreu ao Festival da Canção Latina, em Génova, tendo trazido par Portugal duas caravelas : uma referente à "Canção Inédita" (de Joaquim Luís Gomes intitulada "Olhos Verdes") e a outra à "Canção de Sucesso" ("Alcobaça", cantada por Maria de Lurdes Resende);
    - 15/11/1958 - Homenagem no Pavilhão dos Desportos em Lisboa;
    É, contudo, posterior a toda esta carreira a sua composição mais conhecida, ALCOBAÇA com letra de Silva Tavares, cantada
    por Maria de Lurdes Resende nos finais dos anos cinquenta e que - como disse em tempos - lhe pagou a casa que construiu em Arruda dos Vinhos (Sobral de Monte Agraço);
    Escreveu igualmente marchas populares e criou música para uma vintena de revistas e meia-dúzia de filmes, tendo assinado cerca de sete centenas de canções. Retirou-se do olhar público na década de sessenta.
    -1980 participou na RTP no " O Resto São Cantigas" com Solnado, Fialho e Carlos Cruz. Hábil conversador, humor sagaz e acutilante. Subtil poeta popular e um narrador. Queixou-se de poder vir a desaparecer sem que os seus versos vissem a luz do dia sob a forma de livro.
    -1981 é editado o seu livro Post-Scriptum pela Editora Potyugália.
    Casado com Guiomar, pai de 4 filhos : Maria, Fernando, Abílio e Álvaro. Têve 8 netos que conheceu. Não conheceu os bisnetos.
    Tem ruas com o seu nome, entre outras, Leiria, Alcobaça, Sobral de Monte Agraço, Queluz e Lisboa(Lumiar)!
    Ainda no campo internacional na Feira Internacional de Paris atuou com o Quarteto Vocal Masculino, no Teatro dos Campos Elísios.
  • Nascimento: 25 Janeiro 1898; ADLeiria, Leiria, Leiria, Baptismos, Liv. 1898, fl. 11, nº 33)
  • Falecimento: 27 Março 1987
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

António Marques

n: 25 Maio 1870, f: 5 Março 1950

Familia: Idalina Maria da Nazaré n: 3 Set 1884

  • Albertina Marques
  • Rita Marques
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Celeste Belo Marques

n: 28 Janeiro 1898
  • Pai: José Costa Marques
  • Mãe: Maria José dos Ramos Belo
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Celeste Lopes Marques

n: 1 Fevereiro 1895, f: 16 Agosto 1957

Familia: Diogo Vasconcelos Hasse Sottomayor n: 28 Jun 1898, f: 11 Abr 1971

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Deodolinda Ricardina Marques

n: 1922, f: 1 Fevereiro 2015

Familia: Dr. Cícero Vicente Galvão n: 10 Dez 1915, f: 3 Set 1987

  • Anália Marina Marques Galvão
  • Dr. Clemente José Marques Galvão
  • Dr.ª Maria Antónia Marques Galvão
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Domingas Marques

n: 2 Setembro 1669
  • Baptism: 2 Setembro 1669; Cela, Cela, Alcobaça; (ADLeiria, paroqiais, Alcobaça, Cela, Baptismos 1628 - 1676, fl.?)
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Domingos Marques

n: 2 Maio 1674
  • Pai: Pascoal da Silva
  • Mãe: Maria Marques
  • Casamento: Principal=Catarina Rodrigues
  • Baptism: 2 Maio 1674; Cela, Cela, Alcobaça; (ADLeiria, Paroquiais, Alcobaça, Cela, Liv 1628 - 1676, fl.?)

Familia: Catarina Rodrigues

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Gertrudes de Aguiar Marques

n: 3 Janeiro 1876, f: 12 Julho 1950
  • Pai: José Marques Marques
  • Mãe: Gertrudes da Conceição Aguiar

Familia: Evaristo Guilherme Fauchier Faure n: 30 Ago 1875

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Guilhermina Lúcia Marques

f: antes 1889

Familia: Honorato Pinto do Rego Ceia Trigueiros n: 5 Abr 1852

  • Maria Leocádia Ceia Trigueiros
  • Laura Ceia Trigueiros
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Isabel Marques

n: 24 Setembro 1666
  • Baptism: 24 Setembro 1666; Cela, Cela, Alcobaça; (ADLeiria, paroqiais, Alcobaça, Cela, Baptismos 11628 - 1676, fl. ?)
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Joaquina Maria Marques

n: 3 Outubro 1757

Familia: Filipe de Sousa

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Joaquina Olívia Marques

n: 20 Setembro 1870, f: 19 Junho 1945

Familia: Joaquim Maria da Gama Franco n: 6 Jun 1859, f: c 1919

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Josefa Marques

f: após Dezembro 1756

Familia: Manuel de Azevedo Lancha n: 16 Set 1682, f: a Dez 1756

  • Antonio de Azevedo Lancha
  • Joana Maria Marques
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"