Eng. João Rafael de Vasconcelos Mouzinho Almadanim1

n: 3 Fevereiro 1944

Citações

  1. Gonçalo Monjardino Nemésio História de Inácios, Dislivro Histórica, Lisboa, 1º ed. (2005) 9728876289 "Vol I, pag 655."
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Eng. Madalena Isabel d'Oriol Pena Mouzinho Almadanim1

n: 10 Julho 1974

Citações

  1. Gonçalo Monjardino Nemésio História de Inácios, Dislivro Histórica, Lisboa, 1º ed. (2005) 9728876289 "Vol I, pag 656."
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

António Diogo Lopes de Almeida Cardoso

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

João Teles de Almeida d'Eça

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Maria Teresa Telles de Almeida d'Eça

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Vitor Maria dos Santos de Moura Coutinho de Almeida d'Eça

n: 11 Julho 1904
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Vitor Telles de Almeida d'Eça

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Amélia Carlota de Almeida e Silva

n: 1 Fevereiro 1842
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

D. Augusto António de Paula da Nazaré Baptista Nolasco Pais de Almeida e Silva

n: 31 Janeiro 1902, f: 2 Abril 1976
  • Nota: Durante o seu percurso universitário revelou-se um desportista de mérito, estando ligado à história da então recém-formada Associação Académica de Coimbra (fundada em 28 de Outubro de 1922) por ter marcado o primeiro tento de sempre num encontro oficial da respectiva equipa de futebol, a futura Briosa, em jogo disputado contra uma selecção de Braga a 23 de Março de 1923 (a Académica ganhou por 2 a 1).
    Foi ainda capitão da mesma Académica no ano (1923?) em que a equipa foi à final de um torneio nacional contra o Sporting Clube de Portugal, sendo capitão da equipa adversária o internacional Jorge Vieira.
    No I Torneio de Atletismo organizado pelo jornal A Voz Desportiva, em 1923, Almeida e Silva , então finalista, ganhou o primeiro lugar na corrida dos 100 m com 11 s e 7/10, venceu a estafeta 3 x 100 m e ainda conquistou o 2.º lugar no arremesso do disco com a marca de 26,74 m.
    Enveredou pela magistratura, tendo em 1931, aos 29 anos, sido nomeado governador civil do Distrito da Horta, nos Açores, cargo que exerceu até 1933.
    Durante o seu mandato na Horta protagonizou um incidente onde demonstrou galhardia e coragem ao ter ido a bordo do couraçado britânico HMS Hood, que se tinha abrigado de um temporal junta à ilha do Faial, apresentar cumprimentos quando, invocando o estado do mar, o almirante que o comandava não veio a terra conforme determina o protocolo naval. Arriscando a vida face ao mar tempestuoso, embarcou num bote baleeiro e, acompanhado pelo comandante da polícia, o capitão João Costa, foi a bordo do couraçado, deixando a guarnição espantada com a audácia.
    Exonerado do lugar, a seu pedido, voltou para a promotoria pública, prosseguindo carreira na magistratura. Regressou aos Açores, em 1936, como comissário do Governo junto da Caixa Económica Montepio Terceirense que se encontrava em dificuldades financeiras.
  • Nascimento: 31 Janeiro 1902; Vagos, Vagos
  • Casamento: 26 Junho 1928; Santo António dos Olivais, Coimbra, Coimbra; Principal=Maria Helena Meunier
  • Falecimento: 2 Abril 1976; S. João de Deus, Lisboa, Lisboa1

Citações

  1. Instituto Português de Heraldica Anuário da Nobreza de Portugal III - Tomo I,, Instituto Português de Heraldica, Lisboa, 1ª ed. (1885) "III, Tomo I, 1985, p. 468."
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

D. Fernando Antonio Alexandre Francisco de Paula Pedro Baptista da Nazaré Pais de Almeida e Silva

n: 28 Junho 1905
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

D. Fernando António de Almeida e Silva , 1º Conde de Oliveira dos Arcos

n: 20 Agosto 1769, f: 3 Março 1834
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Francisco de Almeida e Silva

o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Francisco Manuel de Almeida e Silva

n: 1814, f: 30 Janeiro 1868
  • Nota: escrivão da Câmara de Leiria desde 1852. (embora já em 1851 servisse o cargo, tendo sido exonerado por ordem do Governo, ordem essa que se considerou nula ). Aliás, em sua casa funcionou a Secretaria da Câmara, de 8 de Março de 1850 até 30 de Setembro de 1860.
  • Nascimento: 1814; Alcobaça, Alcobaça, Alcobaça
  • Casamento: 5 Maio 1841; foram testemunhas Ireno Roberto Dias e Miguel Joaquim Leitão de Carvalho (ADLeiria, Casamentos, Leiria, Sé, liv. 1839 - 1860, fl. 10v e 11); Principal=Maria Romana de Sousa e Andrade
  • Falecimento: 30 Janeiro 1868; Sé, Leiria, Leiria; (ADLeiria, òbitos, Leiria, Sé, fl. 35, nº 23)
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

D. Gabriela Paula Meunier de Almeida e Silva

n: 14 Março 1934
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Eng. D. José Fernando de Paula da Nazaré Pedro Baptista de Brandão Queirós Pais da Graça de Almeida e Silva , Conde de Oliveira dos Arcos, Visconde da Bahia de juro e herdade e Conde da Bahia

n: 6 Julho 1899, f: 27 Dezembro 1969

  • Nome alternativo: *3º Conde da Bahia
  • Nome alternativo: *2º Conde de Oliveira dos Arcos
  • Nascimento: 6 Julho 1899; Vagos, Aveiro
  • Nota: natural de Vagos (6 de Julho de 1899), onde aos 6 anos já solfejava com facilidade e aos 8 cantava missa acompanhado de grande instrumental. Fez o curso liceal em Coimbra e Lisboa, e na velha Universidade coimbrã formou-se em Físico-químicas, em 1935; em Matemática, em Lisboa, em 1938, e, também em Lisboa concluiu Engenharia Químico Industrial, em 1943.
    Estudando música dedicou-se ao violino tendo por mestre Francisco Beretó e em composição Lucien Lambert tendo-se diplomado com o curso superior de violino do Conservatório Nacional. Foi solista e mais tarde regente da Tuna Académica de Coimbra, funções que também exerceu no Orfeão Académico daquela cidade universitária. Num espectáculo realizado no Real Teatro de Madrid, o seu director artístico, Dr. Elias de Aguiar, adoeceu subitamente e logo foi escolhido D. José Pais para o substituir.
    Como compositor escreveu, entre muitas outras, a fantasia "Última Maravilha", e "Fim do Mundo", "Pinhal do Rei", "Os Sinos", "Canção de Natal", "Coro de Pastores", "Rapsódia Portuguesa", "Margarida vai à Fonte", "Canção do Berço", a opereta "Noite de Agoiro", a suite "O Mar", três Czardas, um Minuete "Cenas Campestres", "Os gaiteiros" e "Nossa Terra". Estas duas últimas foram cantadas na Emissora de Berlim. Foi autor da famosa "Balada do Encantamento", vivendo nas Cortes com D. Maria Isabel de Sousa Charters de Azevedo, com quem casou e de quem obteve a inspiração para aquela balada
    Tomou conta do Orfeão de Leiria em fins de 1948.
    D. José Pais, como era vulgarmente conhecido, faleceu em Lisboa a 27 de Dezembro de 19691,2
  • Nota: 1931; , por autorização de D. Manuel II, 2º Conde de Oliveira dos Arcos e 3º Conde da Bahía. Era bisneto do 1º Conde de Oliveira dos Arcos mas não representante, após a renúncia de sua co-prima, filha única do irmão mais velho de seu pai.3,4,5
  • Casamento: 29 Março 1931; Igreja, Cortes, Cortes, Leiria; Principal=Maria Isabel de Sousa Charters d'Azevedo
  • Falecimento: 27 Dezembro 1969

Citações

  1. João Cabral Música em Leiria, Câmara Municipal de Leiria, Leiria, 1ª ed (1986) (Biblioteca Nacional de Portugal).
  2. Bertino Daciano, 'Leiria Artística (Subsídio para a história da sua actividade musical)', Linha Geral, 1933 (Biblioteca Nacional de Portugal, Lisboa).
  3. Lourenço Correia de Matos D. Manuel II e a Nobreza - Títulos autorizados no exílio (1910 - 1932), Dislivro Histórica, (Lisboa, 2004).
  4. Afonso Eduardo Martins Zúquete (dir) Nobreza de Portugal e do Brasil, Ed Zairol Lda, Lisboa, 3ª ed. (2000).
  5. Instituto Português de Heraldica Anuário da Nobreza de Portugal III (tomo I a IV), Instituto Português de Heraldica, Lisboa, 1ª ed (1985 - 2007) (fonte deconhecida repository, fonte deconhecida repository reference).
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

D. José Luís Athayde de Almeida e Silva , 4º Conde de Oliveira dos Arcos

n: 29 Setembro 1963
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

José Maria Street de Almeida e Silva

n: 14 Outubro 1995
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

D. João Adriano Meunier de Almeida e Silva

n: 30 Maio 1929, f: 31 Maio 1929
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

Prof. Doutor D. João Charters de Almeida e Silva , Visconde da Bahia de juro e herdade e Conde da Bahía

n: 12 Julho 1935

  • Nota: Representante do título de Visconde da Bahía de juro e herdade, Diplomado com o Curso Superior de Escultura, Professor Effectivo da Escola Superior de Belas Artes do Porto, Doutorado, um dos maís notaveis escultores Portugueses e contemporâneos1
  • Nome alternativo: *3º Conde de Oliveira dos Arcos; 3º Conde de Oliveira dos Arcos e 4º Conde da Bahia e representante do título de Visconde da Bahia (alvarás e certificado do CN de 17.5.1975)
  • Nome alternativo: *4º Conde da Bahia; 3º Conde de Oliveira dos Arcos e 4º Conde da Bahia e representante do título de Visconde da Bahia (alvarás e certificado do CN de 17.5.1975)
  • Nascimento: 12 Julho 1935; São Sebastião da Pedreira, Lisboa, Lisboa
  • Casamento: 22 Janeiro 1961; Casa do Terreiroa, Leiria, Leiria, Leiria; Principal=Maria Adelaide Franco da Silva Athayde

Citações

  1. Ricardo Charters d'Azevedo, Ana Margarida Portela e Francisco Queiroz Villa Portela - os Charters d'Azevedo em Leiria e as suas relações familiares (século XIX), Gradiva, 2007.
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"

D. João de Almeida e Silva Sanches de Baena Jacques Farinha de Vasconcelos e Sousa Almeida e Silva

n: 18 Agosto 1806, f: 1876

Citações

  1. Manuel de Mello Corêa Sangue Velho - Sangue novo, Instituto Português de Heraldica, Lisboa, 1ª edição (1988) "Arvore nº 168."
o responsável por este sítio agradece quaisquer outras indicações sobre este indivíduo que podem ser enviadas para o nome referido no "pé de página"